sexta-feira, 28 de abril de 2017

Fechamento: Abril Anno 2017 - Barbarossa

Salve, confrades! Dessa vez, apesar de ficar o mês inteiro atarefado e ainda perder 10 horas de vida fazendo a maldita declaração do imposto de renda (para que os bandidos estatais tenham ainda mais informações sobre minha vida), minha carteira desempenhou muito bem no modo avião.
Rentabilidade da carteira Brasil: +3,19%
Rentabilidade da carteira USA: +2,09%
Rentabilidade da carteira de Bitcoins: +24,60%

Rentabilidade Total: +3,79%
Rentabilidade Anual: +15,17%

IBOV mensal: +0,64%
IBOV anual: +8,59%

O meu desempenho mensal na carteira Brasil mais uma vez ficou bem acima do IBOV por causa de minha alta exposição em Small Caps e em FIIs. O FII PQDP11 foi a alavanca da minha carteira e continuou subindo em Abril.

As mudanças na minha carteira foram:

-Aumento de posição em HGRE11
-Início de posição do ETF RSXJ nos EUA

O aporte foi todo nos EUA no mês de Abril, ACHEI que o preço do dólar estava em um patamar bom para mandar todo o aporte para os EUA. Comprei RSXJ, um ETF de Small Caps Ruski. As minhas premissas para essa compra foram: 1) A Rússia tem uma economia interna com tendências de crescimento nos próximos anos; 2) O perfil demográfico da Rússia é diferente do resto da Europa, imigração de salafistas praticamente nula e crescimento vegetativo maior; 3) O endividamento/PIB da Rússia é muito pequeno comparado ao endividamento das economias européias; 4) O mercado de ações russo está um um patamar que eu considero muito barato.
Ainda não aloquei todo o aporte na conta americana e estou pesquisando ativos para alocar o restante.
+15,17% Feels really great
Até o dia 11 de Maio colocarei no ar a quarta etapa do Ranking de Rentabilidade.

16 comentários:

  1. Primeiro fechamento do mês no meu feed! Foi rápido hein? :)

    15% no ano em 4 meses é coisa boa!

    Parabéns pelo desempenho mensal e anual Barbarossa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Noob. Depois de um mês sem publicar quase nada, pelo menos no fechamento eu fui rápido. Obrigado pelas congratulações, provável que meu desempenho seja mais "moderado" nos próximos meses.

      Abraços!

      Excluir
  2. Não achas um pouco esticado esse ETF? Saiu de 16 para 40 em um ano. Tbm estou estudando opções para aportar nos EUA, mas quase tudo tá bem esticado. Por hora, gostei de FOSL.
    http://finansferas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Finansfera! Não uso a rentabilidade dos últimos meses como critério para decidir investimentos. Nesse caso da RSXJ, no meu entendimento, o ETF estava uma barbada a 16 dólares e agora ainda está muito barato. Como ele é um ETF offshore, as variações deles tendem a ser maiores, porque também há a vaiação cambial do rublo.

      Vou pesquisar o FOSL para saber do que se trata. Parabéns pelo blog, muito bom, deixo ele salvo nos favoritos para ver rapidamente quem postou atualizações.

      Abraços!

      Excluir
    2. Tbm acho barato...
      Se ir de russia,nao deixe de estudar a gazprom.
      Abraco

      Excluir
    3. Salve, Mineiro! Quero focar mais em mercado interno russo, tenho minhas dúvidas se as companhias de óleo e gás serão um bom investimento para as próximas décadas.

      Abraços!

      Excluir
    4. Finansfera, dei uma olhada por alto na Fossil (FOSL). Não acho o segmento de moda e relógios grandes coisas, a empresa precisa ter alguma vantagem competitiva de marca para ter um desempenho bom por vários anos seguidos.

      Excluir
    5. Show. Valeu pelos comentários. Vou aprofundar meus estudos quanto ao mercado russo. Apesar de que, acho que os russos estão dando um dedinho para entrar na guerra EUA x Coreia do Norte. Mas tbm, se isso acontecer, vai respingar em todos os mercados. Abs

      Excluir
  3. Bela rentabilidade! estamos emparelhados na rentabilidade anual. A janela do dólar esta se fechando. Estas pequenas janelas aonde dólar sofre grande desvalorização são ideias para quem visa obter boa rentabilidade fazendo hedge natural da carteira.

    Quanto mais desvalorizado dólar ficar em relação ao real, mais se deve aportar nos EUA. Quando vier uma crise nacional a carteira ficar com um hedge natural! com um preço médio interessante e a rentabilidade catapultar rumo a estratosfera.

    Se levarmos em conta nosso quadro fiscal atual dólar abaixo de 3,15 é compra sem pestanejar.


    Caos estive-se aportando no EUA no momento qualquer coisa abaixo do cambio 3,15 = 100% aportes nos EUA.

    Boa sorte em sua jornada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Mestre! Concordo com a ideia de aportar nos EUA quando o dólar estiver barato, tanto que realizei essa mesma atitude, mas não pretendo aportar lá novamente nos próximos meses. Quero manter um porcentagem reduzida da carteira com alocação nos EUA, porque não deixa de ser uma reserva de acesso mais difícil.

      Abraços!

      Como disse Caesar: ALEA IACTA EST

      Excluir
  4. Concordo com o investimento Russo, mas nao consigo ver vantagem em ETFs tanto no Brasil, quanto no exterior, vejo mais como uma proteção de patrimonio. abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, João Roberto! No caso da Rússia, poucas empresas tem ADRs, então fui de ETF mesmo. A principal vantagem do ETF é investir em várias empresas de uma só vez, no Brasil essa vantagem é reduzida porque os dividendos são isentos, mas em países com tributação sobre dividendos é válido investir em ETFs que não pagam dividendos para fugir desse imposto.

      Abraços!

      Excluir
  5. Nada mal, isso ai rumo ao milhao barbarossa.

    Pra quem acha que acoes dos eua estao esticadas.... Eu ouco isso desde 2010, tem pessoa ai esperando 7 anos o barbarossa rsrs. Cada um dexide o melhor pra si..

    R.R

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, R.R! Também acho que a maioria das ações dos EUA está esticada, mas investir Offshore é uma forma de se distanciar dos problemas que podem surgir na economia brasileira. Dessa última vez investi em um ETF russo sediado nos EUA. Outra vantagem de investir nos EUA é exatamente essa: você não precisa investir somente nos EUA.

      Abraços!

      Excluir
  6. Vi um relatório militar americano que dizia que a população produtiva russa vai diminuir nos próximos anos dado à aids e alcoolismo. Não que isso tenha a ver com seus investimentos, só quis parecer informado e inteligente hauhauah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, CF! Também soube de um relatório militar americano que dizia que o Iraque tinha armas de destruição em massa e, por isso, deveria ser invadido e de outro que dizia que o Assad jogou Sarin nas crianças e por isso um aeroporto militar deveria ser bombardeado para ajudar a Al-Qaeda (rsrsrs). Para mim esse relatório é um documento de desinformação, a Rússia sempre teve problemas com alcoolismo e a AIDS não é um problema só da Rússia. Pelo o que pesquiso a sociedade russa, ao contrário da americana e europeia, está se moralizando e é provável que esses problemas diminuam nas próximas décadas.

      Abraços!

      Excluir