segunda-feira, 27 de março de 2017

Automação em Casa - Aspirador Robô

Há alguns meses atrás eu mudei de casa e comprei um aspirador robô facilitar a limpeza, decidi que não mais contrataria os serviços de uma faxineira.
Desde tempos remotos o ser humano tenta substituir ou diminuir o trabalho humano em suas tarefas por animais e ferramentas e mais recentemente por máquinas ou robôs. Uma das primeiras formas de diminuir o trabalho humano foi domesticar o cão para que ele vigiasse o dono enquanto este dormia. O cão precisa de muito menos alimento e água que um ser humano e depois que ele crescesse (investimento inicial) era muito mais barato que sustentar um ser humano para fazer guarda noturna.

Eu aplico essa mesma analogia ao aspirador robô, gastei 1600 reais para comprá-lo (investimento inicial), mas economizo 200 reais por mês (duas faxinas por mês) e ainda não corro o risco de ter meus eletrodomésticos quebrados ou coisas roubadas pela faxineira. A energia elétrica consumida pelo aspirador é irrisória, deve dar menos de 10 reais por mês, calculando que eu o utilize toda semana para passar por todos os cômodos da casa.

Em 2015 perdi um micro-ondas que uma faxineira ligou na tensão 220V, tomei um prejuízo de cerca de 500 reais. Como já ouvi dizer: "Pessoa muito burra e sem instrução não serve nem para ser lixeiro". Essa frase parece preconceituosa, mas é pura verdade (nada contra a profissão de lixeiro). A pessoa, no meu caso, não conseguiu diferenciar a tensão das tomadas (estava com adesivo), pegou alguma coisa dentro de minha geladeira (sem autorização) e foi esquentar para comer enquanto eu estava trabalhando, não tinha provas para cobrar a faxineira e tive que assumir o prejuízo.

Farei um cálculo de papel de pão para calcular a economia com o aspirador.

Investimento inicial: 1600 reais

Economia mensal eliminando duas faxinas: 200 reais

Economia bienal sem eletrodomésticos quebrados: 504 reais

Energia elétrica consumida por mês: 10 reais

Economia total por mês: 211 reais

Tempo para pagar o investimento inicial: 7,58 meses

Economia em 5 anos de vida útil: 11.060 reais

É um cálculo simples mas dá uma noção da economia alcançada.

O aspirador robô não consegue limpar tudo, mas, no meu caso, ele faz 90% do trabalho. Depois de passá-lo por todos os cômodos, basta passar o aspirador convencional nos cantos e outros lugares que ele não alcança. Como eu disse, no meu caso, porque eu moro sozinho e não deixo a casa sujar muito, a maior parte da sujeira é poeira que acaba entrando pelas janelas e portas.
Comprei o modelo Dslim da Ecovacs, pela minha pesquisa achei o melhor custo benefício para meu caso. Ele não faz milagre, mas ajuda muito. Funciona alternando os modos de limpeza de cantos e andar aleatório, possui duas escovas que direcionam a sujeira para o aspirador, o aspirador propriamente dito e ainda passa uma flanela sobre o chão. Existem modelos mais caros com detector de sujeira, paredes invisíveis, entre outros. A menos que você more em uma casa muito grande, não acho o caso comprar um modelo muito mais caro.

A Polêmica da Automatização


Sempre que surge alguma nova tecnologia que facilite a vida humana há reclamações dos trabalhadores cujo trabalho se torna obsoleto. Para o azar desses trabalhadores não há nada de errado, muito menos de imoral na automatização das atividades humanas, com menos trabalho humano sobra mais dinheiro para ser investido ou gasto em atividades mais lucrativas e também sobra mais tempo e dinheiro para atividades de lazer.

Obviamente, as pessoas cujos empregos deixaram de existir precisam correr atrás e se atualizarem ao mercado, mas seria uma catástrofe proibir os inventos em prol dos trabalhadores obsoletos. Imagine proibir os tratores em prol do trabalho rural manual, seria uma catástrofe para a produção de alimentos, sem dizer que o trabalho em um trator é muito mais salubre que o trabalho rural manual. Outro exemplo foi a mecanização da extração de petróleo. O número de empregos no setor inicialmente diminuiu, mas com o aumento da produção e modernização dos processos foram criados mais empregos melhores qualificados.

Pois é, ainda não alcancei o nível jenial do Aldo Rebelo para propor uma medida dessas:


Deve ser por isso que o cara foi ministro, autênctico jênio.

Abraços!

Próximo post: amanhã.

8 comentários:

  1. É mestre, pessoal até tem elogiado essa geringonça.
    Mas o trabalho da faxineira não era apenas limpar o chão, certo?
    De qualquer forma se livrar dela foi uma ótima. Não pelo lado financeiro mas pela paz maior sem faxineira.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Frugal! Tenho que fazer outros trabalhos, mas 80% do trabalho da faxineira na minha casa era limpar o chão, então ainda compensa muito. Não enfatizei o lado da paz de não possuir faxineira no meu texto, mas, para mim, é um dos pontos mais importantes, odeio só pensar na ideia de ter alguma mobília quebrada pela faxineira.

      Abraços!

      Excluir
  2. As máquinas vão tomando cada vez mais espaço, e não é só em trabalhos manuais não, intelectuais também. Uma vez vi um documentário no NETFLIX que falava do nível de tecnologia em que chegamos, e como ele poderia interferir nos empregos. No documentário fala sobre a utilização de máquinas 3d gigantes para a fabricação de imóveis. É algo extremamente possível,e que maximizaria em até 10x o tempo da obra. Mas consequentemente traria um estrondoso número de desempregos e talvez por isso seja proibido.

    Você mencionou que isso traria oportunidade para que as pessoas pudessem desempenhar outras profissões, no caso intelectuais. Mas infelizmente não há espaço para todos nesse setor. A maioria dos empregos, são subempregos.

    É sempre um prazer imenso visitar o blogue. Aqui sempre me deparo com excelentes textos.
    Um forte abraço meu amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Einstein, salve! Toda vez que automatizamos um processo estamos aumentando sua eficiência, portanto, nesse exemplo, o preço dos imóveis também cairia muito e seria possível que pessoas com menor poder aquisitivo os comprassem. Sempre que algum setor se automatiza há um aumento temporário no desemprego, mas, por causa dos os recursos que são economizados em decorrência da automatização, surgem novas possibilidades de emprego em outros setores.

      É, também, um prazer ter você como leitor e responder seus comentários. Abraços!

      Excluir
  3. Compensa muito!!
    toda vez que vejo esse aspirador lembro da série breaking bad

    te adicionei no meu blogroll, irei te acompanhar. abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Coala! Não assisti breaking bad e não sabia que o aspirador aparece na série. Também lhe adicionei no meu blogroll.

      Abraços!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Vai poupar trabalho para limpar a venda na Lusitânia.

      Abraços!

      Excluir