domingo, 27 de novembro de 2016

Livro Rápido e Devagar - Duas Formas de Pensar

Olá pessoal,

hoje gostaria de recomendar o livro Rápido e Devagar - Duas Formas de Pensar de Daniel Kahneman. É uma obra constantemente discutida nas mídias que tratam de assuntos econômicos, fato que me chamou atenção. O livro tem um caráter técnico, porém de fácil leitura, apresentando assuntos que nos fazem pensar "puxa, é mesmo, nunca havia pensado nisso".

Fato curioso é que o autor recebeu o Nobel de Economia, sendo que Kahneman é formado em Psicologia. Ela é um ramo que está sendo, cada vez mais, discutida nos dias atuais, já que é verificado que fatores comportamentais estão interligados e tendo um peso cada vez maior na tomada de decisão. 



Como já tinha escrito sobre o livro o Poder do Hábito, vejo que fatores psicológicos nos influenciam em todos os ramos de nossa vida. Até mesmo na hora de escolhermos os melhores investimentos.

Como o livro é bastante subdividido em diversos assuntos, não quero esgotar o assunto nesse post. Também seria impossível, já que o livro é fruto de décadas de pesquisas. Pretendo comentar alguns fatores que podem nos auxiliar na percepção de questões que estão inseridos em nossa sociedade, e que não nos damos conta.

Primeiramente, o autor divide nossa mente em 2 sistemas distintos. 
O Sistema 1 (involuntário) e o Sistema 2 (voluntário). 

O Sistema 1 que opera rápido e automaticamente (involuntariamente). Ex: Responder 5 +5 ou dirigir um carro por uma rua deserta.

Sistema 1 (sem esforço)

Já o Sistema 2 opera atento as atividades mentais que incluem cálculos ou concentração em determinada atividade. Ex: fazer cálculos complexos ou concentrar-se numa conversa.

Sistema 2 ( atenção)

É interessante notar que o Sistema 2 e nossa mente, sempre investirá o menor esforço para se executar uma tarefa. Se estivermos fazendo tarefas extremamente complexas e precisarmos de atenção momentânea, quem entrará em ação será o sistema 1, que assumirá o comando nas emergências ( prioridade total a autopreservação).

FAÇA O TESTE DE ATENÇÃO

Sistema 1 e 2 em ação.

Um exemplo prático é quando estamos dirigindo um carro e alguém joga o carro em cima de nós. Rapidamente, tomamos uma decisão que não foi pensada naquele exato momento. É uma ação por reflexo, involuntária.  Nós tomamos diversas decisões ao longo do dia ao mesmo tempo realizando outra tarefa. Enquanto conversamos com alguém, podemos estar olhando para um jornal ou dirigindo um carro, sem muito esforço. 

Agora, vamos supor que temos que fazer um cálculo complexo em nosso trabalho, ou tomar uma decisão importante que exige atenção. O autocontrole para executar tal tarefa exige atenção e esforço. Por isso que algumas pessoas necessitam empenhar muito esforço para ler um livro por exemplo. E é também por esse motivo que, se não estivermos descansados o suficiente ou sobre efeito do álcool esse nosso "esforço" irá se enfraquecer. Precisamos ter autocontrole para tudo que nos exige um pouco mais de atenção.

Hoje irei estudar Economia (Sistema 2), puxa, estou tão cansado. Amanhã vejo qual é a melhor opção de investimento (menor esforço)

O que quero dizer com tudo isso?

A conclusão é que erros intuitivos são muito mais frequentes com pessoas esgotadas mentalmente. Então vamos supor que você terá que decidir a próxima ação que irá comprar ou próximo investimento que irá aplicar, porém naquele dia está cansado ou não dormiu direito (não tinha certeza ainda da melhor escolha). Seu cérebro irá alocar o menor esforço para tomar essa decisão. Cansado, o seu sistema 2 (autocontrole) irá fazer com que você tome uma decisão equivocada naquela determinada situação. Sempre procurando o menor esforço.

É muito mais fácil termos erros intuitivos em situações em que evitamos um esforço maior. É como se escolhêssemos tomar uma atitude, porém sem muito autocontrole e naquele momento fizéssemos uma escolha não tão acertada.

Alguns exemplos descritos no livro que mostram esgotamento mental:

Sair da dieta

Gastar demais em compras impulsivas

Reagir agressivamente à provocação.

Persistir menos tempo numa tarefa manual

Desempenhar mal tarefas cognitivas e tomadas de decisão lógicas.

Como foi sua reação diante delas?

Grande abraço.

2 comentários: