terça-feira, 11 de julho de 2017

Capitalismus nas Redes Sociais

Criamos a página do Capitalismus no Facebook. Por enquanto, estamos somente replicando as postagens do blog como forma de conseguir mais leitores aqui, mas pretendo começar a fazer alguns posts curtos se a ideia der certo.

Seguimos os passos de outros blogs mais antigos da blogosfera de finanças para conseguirmos mais acessos. Sou um capitalista, como o próprio nome do blog já sugere, então tentarei rentabilizar o blog, nem que seja apenas de forma marginal, porém nunca colocarei a monetização antes do objetivo principal, que é trazer conteúdo de qualidade para a Finansfera.
Concordo com a maioria sobre o fato do Facebook ser uma rede um tanto perversa, porque favorece as páginas ideológicas autodenominadas "progressistas" como a Quebrando o Tabu e pela difícil rentabilização de páginas dentro do facebook, o que desfavorece a criação de conteúdo de qualidade.
Apesar de tudo, é possível usar o Facebook para o bem ou para o mal próprio. Obviamente, a maioria das pessoas utiliza para o próprio mal, fica dando informação de graça sobre si mesmo ou perdendo tempo com a vida de outrem, sem falar nos posts narcisistas que é o que mais existe nessa rede social. Algumas maneiras benéficas para a utilização da rede social são como feed de notícias de páginas decentes ou como agenda para contatos distantes. Já precisei falar com um conhecido que não via há anos e como ele tinha mudado de número recorri ao Facebook para realizar o contato.

Spoiler: informação vale dinheiro, só dê informações básicas na sua página de perfil.

Como disse um leitor anônimo em um comentário há alguns meses atrás, este blog trata de assuntos complexos e nunca terá uma quantidade de acessos grande. Eu concordo com ele, porque este blog é underground (queremos que ele continue assim), usa pseudônimos, não revela o patrimônio dos autores e dá dicas e informações que a mídia convencional esconde ou não tem o interesse de revelar. Ocupamos um "nicho de mercado" e só temos interesse de expandir nesse nicho.

Abraços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário