sexta-feira, 5 de maio de 2017

Eleições 2018 - Bolsonaro, Dória e Outros

Salve, confrades! Conforme a sugestão de um leitor Anon, discorrerei sobre o espetáculo teatral que é a democracia e tudo o que vemos de quatro em quatro anos.

Primeiramente, não poderia deixar de mencionar que a democracia é uma ameaça à humanidade, isso ocorre por vários motivos, sendo que o mais importante é que a a "democracia" é utilizada como pretexto para legitimar todas as ações governamentais. Em qualquer outra época, o povo se revoltaria contra um governo que cobra 40% de carga tributária, mas a democracia legitimou esses e outros abusos governamentais.
"A maior desgraça da democracia é que ela traz à tona a força numérica dos idiotas, que são a maioria da humanidade." Nelson Rodrigues
Discordo do Nelson Rodrigues, para mim essa é somente a segunda maior desgraça. A terceira maior desgraça é que o espetáculo das eleições é orquestrado para ganhar votos e a vontade popular depois das eleições fica em último plano, a única importância dela é garantir votos para as próximas eleições.

Exatamente um ano depois de criticar o globalismo e os Lobbys na política america, Trump, agora eleito, fala que ele é um nacionalista e um globalista. Essa frase faz tanto sentido quanto dizer que é cristão e satanista ao mesmo tempo. 
O quarto problema é que as ações políticas em uma democracia passam a ser decididas por lobbys e organizações poderosas. Ainda utilizando o caso dos Estados Unidos, durante a campanha, Trump deu indícios de que tentaria uma reconciliação com a Rússia e juntaria esforços para vencer os terroristas. Já no governo, ele continuou as políticas externas do Barack Osama: inclusive bombardeou o governo Sírio e continua mantendo uma base na Jordânia que fornece treinamento para terroristas.

Sabendo que a democracia é um espetáculo para enganar o povo e aumentar a autoridade estatal e que a democracia brasileira tem um clima mais pitoresco ainda, vou passar à análise dos pré-candidatos da próxima eleição.

Mula

O candidato Mula está muito enfraquecido por causa das inúmeras falcatruas, destruição da economia e traições que o seu partido fez nos últimos anos. Em 2002 ele ganhou proclamando que era a "alma mais honesta do mundo", mas seu disfarce caiu e agora ele não tem mais a máquina estatal para favorecer seu partido, além disso o financiamento aos sindicatos está ameaçado e ele perderia outra boa parte do financiamento.

Se não for preso antes, provavelmente deverá ir para o segundo turno, mas deverá perder de qualquer adversário em um segundo turno (considerando que as fraudes não mudem o resultado da eleição).

Essa teoria que "pobre vota no Mula" não existe mais, apesar de ainda ter muitos votos, eles não chegam nunca até 50%, a maior parte do povo percebeu a farsa.

Candidato da Esquerda pelo Ronco do Motor...

A Esquerda pelo Ronco do Motor também vai colocar um candidato no páreo, ele dirá que deturparam Marx, que são a nova esquerda sem corrupção, que vão respeitar as minorixs e que vão ensinar vossos filhxs na escola que existem incontáveis gêneros e distribuirão cartilhas de sexo para crianças de 6 anos de idade.

Puro engodo para criar uma nova esquerda depois que cai a farsa da velha, combinado com degeneração dos valores morais e financiamento di George Soros.

Putin Brasileiro Falsificado

O candidato Putin brasileiro falsificado até fala algumas coisas que fazem sentido e defende o nacionalismo, mas sua defesa de estado grande e políticas socialistas não deixam que ele seja uma boa opção.

Além disso tem o péssimo hábito de se descontrolar emocionalmente e proferir frases absurdas.

O Cavalo de Dória

Depois de ver o Bolsonaro subindo nas pesquisas o partido Menchevique entrou em pânico e decidiu construir um Cavalo de Dória para sabotar essa candidatura. Apesar de ser um bom gestor, ele não deixa de ser um fabiano, é abertamente a favor do globalismo e favorável ao desarmamento, por exemplo.

Defendeu o desarmamento civil, ganhou minha oposição. Não há como ser a favor de um candidato que quer negar um dos direitos mais básicos, que é a defesa própria.

É só uma isca do Establishment brasileiro para manter o poder e continuar com as políticas sociais-democratas do partido Menchevique.

Bolsonaro

Logicamente, o candidato mais aceitável. Defende valores morais, conservadorismo e nacionalismo. Deu indícios que sua política econômica seria diminuir a interferência do estado na economia. O problema que enxergo é que há a probabilidade dele seguir os passos do Trump e adotar políticas opostas ao que defendia em campanha, mas acho que isso não acontecerá.

Para ser eleito precisa chegar ao segundo turno contra o Mulla, parece-me que ele perderia do cavalo de Dória.

Se for eleito, precisa ter um congresso minimamente favorável, por isso que é preciso aumentar o número de parlamentares da Gloriosa Bancada da Bala.

Conclusões


Essas são minhas opiniões sobre a disputa, não vou ficar chateado se você gosta do candidato do Partido Menchevique ou nunca votaria no Bolsonaro. O conflito central entre políticas no mundo é Globalismo x Eurasianismo, não acho que o Eurasianismo é perfeito ou representa as soluções para todos os problemas do mundo, mas é um sistema mais "humano" do que o odioso Globalismo, mas isso seria tema para outro post.
Abraços!


38 comentários:

  1. Quem será o novo presidente eleito em 2018?
    Há chance de aparecer um candidanto forte,além dos citados no post,lembrando que os pre-canditados não podem fazer propaganda eleitoral antes da eleições,logo dever vir mais 4 candidantos,eu acho que será algum ator da globo,algum esquerdx malokoi do psol,algum canditado fraco de algum partido cristão e Alckmir,Bolsonaro com certeza consegue uns 30% de votos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha esquecido da ideia de lançar o Luciano Huck, mas acho que essa ideia não tem muito futuro.

      Abraços!

      Excluir
  2. Marcelo,

    Vou começar meu comentário pela questão do direito à posse de arma (posse e não porte como você deve saber a diferença).
    Com ou sem o voto do Bolsonaro, com o apoio ou não do Dória, o estatuto vai ser revogado. O projeto de lei que vai fazer isso está na pauta da Câmara.
    Dito isso, o fator defender ou não a posse de armas torna-se irrelevante na análise dos candidatos.
    Lula, Ciro e qualquer psolista não ganharam. Lula ainda tem muito apoio popular pelo "legado" econômico dos anos 2000, mas tem muita rejeição. E até 2018 as reformas já estarão aprovadas, a economia em rota de crescimento (ainda que engatinhando).
    Bolsonaro é um político de carreira que tá aproveitando a onda direitista. E está sabendo fazer isso bem. Porém, ele só fala sobre diminuição do estado por ser um oportunista. Só isso. Quanto a defender os valores morais parece algo tipo "eu sou a imagem do bem, sou um homem íntegro, bla bla". Defender a liberdade seria muito melhor.
    Dória é um social-democrata. Na minha opinião faria um governo entre FHC misturado com propostas a la Roberto Campos.
    No mais, defender com unhas e dentes qualquer um deles é perda de tempo. Não estou dizendo que você fez isso. Mas vejo umas pessoas por ai quese acham fora da caixa defendo salvadores da pátria, quando deveriam estar defendo a liberdade e idéias.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Pedro! Não defendo com unhas e dentes nenhum deles, apesar de manifestar minha preferência pelo Bolsonaro. Eu concordo que ele tem vários defeitos e acho que o filho dele tem uma habilidade de argumentação muito melhor.

      Não estou tão certo quanto a aprovação do PL 3722 antes da próxima eleição, seria mais difícil passar no senado do que na câmara e o texto do PL 3722 permite o porte ao cidadão depois de dois anos. De qualquer jeito, acho que o direito só à posse é um semi-direito de defesa.

      Também acho que ainda é muito cedo para saber se a economia estará em rota de crescimento em 2018.

      Eu ficaria longe de qualquer candidato FHC misturado com Roberto Campos, acho a social-democracia um mal quase tão grande quanto o lulo-petismo.

      Abraços!

      Excluir
    2. Como ressaltei no comentário anterior, não disse que você defende.

      Quanro ao Eduardo Bolsonaro, acredito que ele tem um grande futuro pela frente. Inclusive já conheci ele pessoalmente num evento pela defesa ao armamento civil. Falando nisso, estranhamente Jair Bolsonaro muito pouco comparece a esse eventos e manifestações.

      Fica claro que sou um crítico do Bolsonaro. Apesar de achar que ele esta no seu papel de angariar votos. Sou muito mais crítico a esta legião que ovaciona ele. Mas cada um com a sua opinião.

      Sobre o porte, legal saber que após 2 anos de posse o porte será liberado. Não estava sabendo disso.
      Eu aposto que será aprovado o PL do Peninha.

      Quanto à economia, aposto que estará em vias de crescimento em 2018. Mas como falei, engatinhando. Inclusive, como comentei no blog do Financas Inteligentes, nós querendo ou não, os projetos do governo Temer estão sendo aprovados. E, nós querendo ou não de novo, o Temer deixará um importante legado econômico, assim como o FHC. Não podemos esperar muito também né de social-democratas...
      E assim vamos aos trancos e barrancos.

      Excluir
    3. Estou u pouco cético quanto a aprovação das reformas, na minha opinião elas foram muito moderadas e tentam manter o Status Quo. Se forem aprovadas, serão um legado econômico, mas apenas o mínimo que deveria ser feito.

      Abraços!

      Excluir
    4. Duvido aprovarem esse projeto... no entanto espero estar enganado, os ceos da Taurus devem estar se coçando para que isso seja aprovando gerando receita para empresa, eu tb estou.. mas não compro pistolas da Taurus nem fodendo kkkk, e que historia é essa de porte? é serio mesmo

      Excluir
  3. Dória é tão honesto quanto nota de 1000 reais. Veja estes posts:

    http://www.oantagonista.com/posts/doria-age-como-petista
    http://www.oantagonista.com/posts/doria-e-uma-vergonha-para-sao-paulo
    http://blogs.oglobo.globo.com/gente-boa/post/prefeito-de-sao-paulo-firma-parceria-com-fundacao-cacique-cobra-coral.html

    Entre nos links e depois me responda: é honesto? Presta? Além do mais, é desarmamentista... mas anda e carro blindado e com seguranças ARMADOS. Essa esquerda caviar é ótima! Até o momento, votarei em Bolsonaro. Dória é uma grande mentira, de um partido lixo igual o PT e um populista. Não precisa se vestir de gari para mostrar gestão ou apreço aos mais pobres.
    E Reinaldo Azevedo (PSDB de carteirinha) e mesmo o site O Antagonista já estão fazendo campanha para mais um esquerdista ser presidente do Brasil. Dória não me engana, Bolsonaro pelo menos sei o que esperar. Aguardo que surjam novos candidatos, sem ser vermelhos. Senão, já levou meu voto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É literalmente o Cavalo de Dória. Lembrava que o Dória trapaceou para ganhar as prévias, mas esqueci que o Antagonista foi contra, agora eles ficam enaltecendo-o.

      Excluir
    2. EXATAMENTE! Era o Diabo em 2016, agora é nosso "próximo presidente". Tanto Ruimnaldo Azevedo quando pro os Antagonistas estão em plena campanha para ele. Os links acima não me deixam mentir. Em tempo: e o contrato da empresa esotérica "Cacique Cobra Coral"... isso é uma picaretagem absurda!

      Excluir
  4. Sugiro que você leia este meu post:

    http://heavymetalinvestimentos.blogspot.com.br/2017/04/por-que-eu-carrego-uma-arma.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Heavy Metal! Já tinha lido seu post, muito bom por sinal. Em 2015 eu li o livro "Preconceito Contra As Armas", ele derruba com fatos essas e outras mentiras que instituições desarmamentistas e governos propagam.

      Também está na minha "To Do List" ler o livro Mentiram para Mim sobre o Desarmamento" do Bene Barbosa.

      Abraços!

      Excluir
    2. Tenho o livro assinado pelo Bene Barbosa! Mentiram para mim sobre o desarmamento é ótimo.

      Excluir
  5. Democracia é um lixo completo. Compra de votos e o caminho pro socialismo.
    Votarei no Bolsonaro, mesmo com as urnad fraudadas do Brasil. Em condições justas ele venceria com certeza. Tive o prazer de conhecê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, CF. Só não o conheci pessoalmente ainda.

      Abraços!

      Excluir
    2. Conheço ambos: Jair e Eduardo. Eduardo é muito bacana e inteligente. Seria o melhor candidato a presidente a meu ver, mais tranquilo e tem melhor discurso. Sabe falar sem abrir a defesa para ataques mimimi, bate com mais categoria e inteligência. Mas votarei no Bolsonaro "pai" até este momento. Que apareçam candidatos de direita melhores, aí sim posso mudar meu voto.

      Excluir
  6. O problema do Bolsonaro é que, creio eu, ele terá uma péssima governabilidade. Se a Dilma já tinha uma mesmo tendo a bancada da esquerda extrema no legislativo, acredito que Bolsonaro vai ser pior ainda, a não ser talvez que suas propostas tenham um forte apoio popular. Fora isso, Legislativo, judiciário, a mídia e o próprio executivo estarão contra ele.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADP, ele terá ao menos o apoio da bancada evangélica, ruralista e militar. E está surgindo o Partido Militar do Brasil. Terá mais apoio que Dilma sim.

      O que me deixa triste é a carência de bons candidatos, o Eduardo Bolsonaro é muito melhor preparado que ele, mas não pode pode ser candidato a presidente ainda. Dória é uma farsa: fala o que eu gosto, faz o que gosto, mas no fundo sei que é um socialista desarmamentista e apoiador de vagabundos do PSDB. Um artista, finge ser o que não é para dar o golpe e assumir a presidência - exatamente como Lula fez.

      Excluir
    2. As bancadas conservadoras têm que crescer para que ele consiga uma governabilidade boa e, ainda, no Brasil existem o PMDB, PSD e PP que são partidos de aluguel. Qualquer que for o governo, será apoiado por eles.

      Abraços!

      Excluir
    3. São partidos de aluguel desde que exista o toma lá da cá. Não sei se Bolsonaro se sujeitaria a isso. Além disso, se Bolsonaro assumir um pouco o manto liberal, a quantidade de cargos e mamatas diminuirão, o que também desagradaria esses partidos de aluguel.
      Abraços

      Excluir
    4. O nosso grande dilema brasileiro é que somos em sua maioria esmagadora um povo que acredita piamente que o estado tudo tem que fazer para nós, é a famosa terceirização. Mas o mais esquizofrênico de tudo isso é que apesar do povo achar que o estado pode fazer tudo de forma magica ao mesmo tempo detesta os políticos. Tem algo mais contraditório do que isso? São poucos que se dão conta de que são os políticos que toma de conta do estado, então achar que o estado pode tudo é o mesmo que acreditar que os políticos são capazes de realizar essa tarefa.

      Excluir
    5. HM,
      Sim, também acredito que o Bolsonaro filho é um candidato mais preparado e com mais chances de vencer uma eleição no futuro. Além de ser mais contido e mais inteligente que o pai, no futuro será mais experiente e poderá contar com todos os votos do Bolsonaro pai. Dependendo do espectro político no futuro, ainda terá apoio parlamentar.

      Anon 11:32,
      Essa é a grande verdade. A solução para o país não virá de nenhum político. Não existirá um Messias político já que por definição o político não gera riqueza e comanda um sistema ineficiente. Por isso minha opção de voto será para aquele que propor diminuição do Estado e torcer para que ele faça isso. Acho improvável isso acontecer de outro modo, como por exemplo por via revolucionária.
      Abraços

      Excluir
    6. Anon, esse se encaixa no segundo problema da democracia. Um candidato que falasse sempre a verdade nunca seria eleito.

      Excluir
    7. No contexto atual, o Bolsonaro tem a noção e intenção de diminuir o estado, só que neste caso ele tem que contar com o apoio do parlamento, e é isto que acho difícil porque um governo reverbera pelo menos em tese os anseios da sociedade, e ela em boa parte tem uma forte crença estatista. Eu particularmente acredito que a solução passa pela diminuição do governo, mas isso é uma crença individual, e o que conta nesse momento é coletivo e a gente sabe que a maioria delega ao estado quase tudo no Brasil. Por isso é que eu acredito que apenas a transformação cultural é que vai servir de pano de fundo para essas mudanças que tanto precisamos e isso não é coisa para um dia e uma noite, é coisa de decadas e tem que começar agora.

      Excluir
    8. Concordo plenamente, Anon. Ainda bem que com a internet mais gente conseguiu abrir os olhos e perceber que a crença estatizante é irracional.

      Abraços!

      Excluir
  7. Eu já trabalhei e tenho amigos que trabalham ainda em uma empresa de Defesa, lhes digo, o lobby deles no congresso é forte e estão todos a favor do Bolsonaro, enfim eu não acredito em ninguém mais !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Stifler! Ainda bem que há alguns lobbys a nosso favor, porque se fossem todos a favor de propostas globalistas como desarmamento, diminuição de liberdades individuais e degeneração moral, estaríamos em uma situação muito pior.

      Abraços!

      Excluir

  8. Então eu tendo a votar em bolsonaro ou doria,mais acredito que doria tem terminar o trabalho em SP mais duvido que não saia presidente ,e a única chance do PSDB .
    Do que bolsonaro prega tenho poucas discordâncias como aborto ou legalização da maconha , mais nem por isso deixaria de votar nele, acredito que em economia ele ira escutar os liberais (assim espero).
    Mais num segundo turno doria destruiria bolsonaro nos debates , tempo de TV , apoio partido , e experiencia … h
    mais perto do que tínhamos de opção na ultima eleição e o que teremos agora já é uma grande evolução

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Soldado! O Dória "prometeu" terminar o mandato, não acho que as promessas dele valham muita coisa. Em minha opinião o Dória é PSDB com um marketing melhorado, não acho uma grande evolução, mas acho que ele conseguiria vencer o Bolsonaro no segundo turno, infelizmente.

      O aborto, por definição, é um assassinato. Não dá para realizar uma ação em que você não tem certeza se um inocente morrerá.

      Abraços!

      Excluir
  9. Sinceramente, tenho medo do mula ser eleito!! Conheço muita gente que defende ele com unhas e dentes, acredite ou não, já cheguei a ouvir um homem dizendo quem mesmo se comprovar que o sitio está no nome dele, ele como ex presidente tem "" direito "" de ter um sítio!!! Eu juro que ouvi isso, eu juro!!! Justificando, entende?? Conheço muitos outros, professores da usp e etc, defendem com unhas e dentes . E não tem quem tira da minha cabeça que as urnas são adulteradas, já sabem quem vai ganhar antes das votações acontecerem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse pessoal faz muito barulho, mas são um grupo pequeno. A fraude eleitoral sempre é um problema no nosso sistema.

      Excluir
  10. Eu acredito mais em transformação cultural e menos em salvadores da pátria, porque a cultura representa valores de vida e salvadores da pátria representa grupos de interesse particulares do estabelestiment

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Anon! É claro que você está certo, mas quando temos um governo que direciona milhões de reais para destruir a cultura e as tradições fica difícil competir.

      Abraços!

      Excluir
    2. Não podemos esperar a formação cultural vinda de um governo apesar dele fazer isso, mas os indivíduos podem promover a cultura independente de um governo, a não ser que esse seja um ditador e não permita essa liberdade.
      A crença do brasileiro hoje remonta em parte ao período do governo militar, porque esse na época permitiu o marxismo cultural nas universidades e posteriormente nas escolas em geral e ai vemos hoje a juventude com a cabeça mergulhada num pensamento estatista. O marxismo cultural a lá gramancismo é que transformou o pensamento brasileiro.

      Excluir
    3. O problema é que o governo interferiu para promover a subcultura, é inegável que nos 13 nos de PT e agora no Temer a subcultura foi patrocinada, desse jeito fica impossível para a alta cultura competir. Eu sou a favor da não intervenção do governo na cultura e não da intervenção para a promoção da alta cultura.

      Concordo que o pensamento gramscista é uma grande porcaria na cabeça do brasileiro e esse pensamento há anos é espalhado com apoio governamental.

      Abraços!

      Excluir
  11. Vou votar no candidato do Partido NOVO seja quem for.
    No segundo turno vou votar no que for menos comunista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Frugal! Eu acho que o Partido NOVO é uma semi-farsa. Semi, porque alguns dos membros parecem ser independentes, mas a coordenação do partido apoia liberdade econômica e "progressismo social"*, além de terem vínculos fortes com organizações globalistas.

      *Nesse caso é progressismo social na área cultural, predominantemente.

      Abraços!

      Excluir